SOPA - Mandy Barker

No norte do Oceano Pacífico, entre a América do Norte e a Ásia, ocupando 10 mil quilômetros quadrados de mar, flutua a maior lixeira do mundo, a Grande Mancha de Lixo do Pacífico. Nesse redemoinho de dejetos acumulados pela corrente Giro do Pacífico Norte, a concentração de detritos plásticos e químicos é seis vezes superior à proporção de plâncton na água. No ensaio SOPA, a fotógrafa britânica Mandy Barker oferece uma descrição do acúmulo de detritos suspensos (copos, garrafas, roupas ,canetas, brinquedos, e objetos) estimulando uma resposta emocional do espectador "ao apresentar uma contradição entre a atração estética das fotos montadas e a consciência perturbadora da existência de um lixo transfronteiras, que provoca a morte dos seres marinhos". Todos os plásticos fotografados, segundo a autora, foram recolhidos de praias e representam uma amostra do lixo existente nos oceanos. (Revista Planeta, maio, 2012).

 'soup: refused'
ingredients: plastic oceanic debris affected by the chewing and attempted ingestion by animals, including a toothpaste tube additives: teeth from animals

 'soup: turtle'
ingredients: plastic turtles that have circled and existed in the north pacific gyre for 16 years additives: ducks, beavers and frogs

 'soup: ruinous remembrance'
ingredients; plastic flowers, leaves, stems and fishing line additives: bones, skulls, feathers and fish

 'soup: translucent'
ingredients: translucent plastic debris

 'soup: bird's nest'
ingredients: discarded fishing line that have formed nest-like balls due to tidal and oceanic movement additives: other debris collected in its path

 'soup: tomato'
ingredients: red plastic debris


'soup: 500+'

ingredients: representing more than 500 pieces of plastic debris found in the digestive tract of a dead albatross chick in the north pacific gyre






















Comentários